Dicas para um transporte seguro dos animais

Hoje em todo o Brasil, milhares de bovinos são transportados diariamente, tanto para abatedouros quanto para fazendas, feiras e exposições. Os trajetos são feitos por estradas e isso pode gerar diversos problemas, e como consequência, causa estresse nos animais, afeta a qualidade da carne, e até pode resultar na morte do gado.

Por isso, medidas preventivas, como planejamento prévio da viagem e contratação de um seguro, acabam evitando prejuízos para o pecuarista. Como dicas para o transporte, indicamos:

 

– Tenha embarcadouro seguro e veículos de transporte adequados com manutenção e limpeza em dia;

– Capacite constantemente motoristas boiadeiros e peões responsáveis pelo embarque;

– Antes do embarque, faça um plano de viagem. Preveja percursos, horários de chegada, possíveis paradas para inspeções dos animais, abastecimento do veículo e necessidades do motorista;

– Durante o embarque, evite a superlotação (essa é a principal causa de morte de gado no transporte);

– Evite paradas de rotina em horas muito quentes do dia;

– O desembarque deve ser feito imediatamente após a chegada;

No caso de transporte para uma central de inseminação, outras fazendas ou para uma exposição ou leilão (gado elite) é preciso cuidado redobrado.

Aqui a dica é amarrar o gado da forma correta, colocar palha no chão para oferecer conforto ao casco e solicitar cuidados redobrados do motorista. Outra importante medida é a contratação de seguro, garantindo ainda mais segurança. Todo cuidado é pouco, porém, o seguro é sempre imprescindível, caso o inesperado aconteça.

 

Informações para a imprensa: 

RuralPress – Assessoria Especializada

www.ruralpress.com.br

Bruno Santos

Fone: (11) 9.8933-4915

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *