Cresce a demanda por seguros de rebanho

Para executiva do setor, movimento mostra preocupação dos pecuaristas de assegurar investimentos

Muito comum em animais de elite e reprodutores de centrais de inseminação, o seguro pecuário tem se expandido a produtores de gado comercial e rebanhos puros. De acordo com Karen Matieli, da Denner Seguro de Animais, a adesão tem sido maior nesse período de crise, uma vez que os produtores querem garantir o retorno dos seus investimentos em genética, manejo e nutrição. “Não adianta eu melhorar o rebanho nesses aspectos e não ter nenhuma proteção caso os animais morram antes da hora”, destacou.

A executiva explica que os seguros cobrem desde mortes por doenças até as causadas por acidentes em geral, como asfixia; submersão; eletrocussão; incêndio; insolação; envenenamento; intoxicação; ingestão de corpo estranho; luta; ataque; picada ou mordedura de animais. Também são asseguradas mortes por parto ou aborto, no caso de fêmeas acima de 36 meses, e eutanásia determinada por um médico veterinário.

O investimento custa em média 4% do preço do animal, com base no sexo, raça, idade e região onde está a fazenda. Na modalidade rebanho, as taxas variam de 0,8% a 2,8%, de acordo com o risco apresentado à seguradora. A indenização cobre até 90% do valor total do animal, com limite de R$ 400.000, nos bovinos. “A procura tem sido maior por parte de pequenos e médios produtores, mas há casos de rebanhos de mais de 5.000 cabeças”, revelou Karen.

Outra cobertura muito utilizada é a de transporte, que é fechada a parte antes de cada viagem. A executiva relembra diversos casos de touros de central que sofreram acidentes em seu deslocamento para a coleta de sêmen e tiveram que ser sacrificados. “Se os donos desses animais não tivessem seguro, tomariam um prejuízo enorme”.

De acordo com Karen, a maior incidência de acionamento de sinistros é por morte em função de raios. A outra principal ocorrência é doença. Um dos únicos casos que não tem cobertura de seguros é o de roubos. Segundo Karen, isso acontece pelo fato de não ter como o produtor comprovar efetivamente o assalto/furto.

 

DESTAQUE NA MÍDIA

Veículo: Portal DBO

www.portaldbo.com.br/Revista-DBO/Noticias/Cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho/21702

Veículo: Sindsegsp

www.sindsegsp.org.br/site/noticia-texto.aspx?id=27237

Veículo: Revista Cobertura

www.revistacobertura.com.br/2017/08/07/cresce-demanda-por-seguros-de-rebanho

Veículo: Sociedade Rural Maringá

www.srm.org.br

Veículo: IOeste

ioeste.com.br/brasil-pecuaria-cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho

Veículo: JC – Jornal Cidade

www.jcsilvanopolis.com.br/2017/08/04/cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho

Veículo: Panorama Leilões

www.panoramaleiloes.com.br/noticias/1334-cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho.html

Veículo: Centro de Qualificação do Corretor de Seguro

www.cqcs.com.br/noticia/cresce-demanda-por-seguros-de-rebanho/

Veículo: Jacó Coelhos Advogado

www.jacocoelho.com.br/pub/cresce-demanda-por-seguros-de-rebanho

Veículo: Sindseg RS

www.sindsegrs.com.br/2017/08/07/cresce-demanda-por-seguros-de-rebanho/

Veículo: LabBov

www.lapbov.com.br/web/index.php?pag=noticia&id_noticia=11296&id_menu=32

Veículo: Zooflora

www.zooflora.com.br/noticia/4534/cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho

Veículo: Sindicado Rural Cascavel 

www.sindicatorural.com/noticias/pag/1/ver/6781

Veículo: Ivaldeci Mendonca Advogados

http://www.ivaldecimendonca.adv.br/noticia.php?id=5378

Veículo: Clube do Seguro

clubedoseguro.net/dicas-e-novidades/11631/Cresce+a+demanda+por+seguros+de+rebanho

Veículo: Seguro Gaucho

segurogaucho.com.br/noticia/cresce-a-demanda-por-seguros-de-rebanho/

Veículo: Abrafrigo

www.abrafrigo.com.br/index.php/2017/08/07/clipping-da-abrafrigo-no-572-de-07-de-agosto-de-2017/

RuralPress – Assessoria Especializada

www.ruralpress.com.br

Bruno Santos

Fone: (11) 9.8933-4915

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *